Compartilhando pastas no Fedora (samba)

samba

E ai povão do Linux beleza?

Vou falar sobre algo bem legal hoje, o compartilhamento de arquivos via smb no Fedora.

Digo especificamente para o Fedora porque o bicho é meio chatinho pra configurar e depois de passar dias com alguns cabelos a menos, e tonto de tanto ler, finalmente aprendi a configurar 🙂

Pra começar, vou falar um pouco do Selinux. O Fedora é um sistema que possui uma segurança reforçada, por causa do uso do Selinux. É uma política de segurança desenvolvida pela NSA (sim, aquela agência dos USA) para tomar decisões com base em “etiquetas” atribuídas á pastas e arquivos. E é exatamente esse cara que barra o compartilhamento samba.

Configurar o Selinux é complicado (pelo menos pra mim), então pra começar, vamos colocar este sistema no modo permissivo (ele não bloqueia, mas gera avisos).

Mão na massa:

Para colocar o Selinux no modo permissivo vamos fazer o seguinte:

# sed -e 7s/enforcing/permissive/ /etc/selinux/config > /etc/selinux/config

Após isto reinicie o computador. Para checar se realmente está no modo permissivo, digite o comando:

$ getenforce

Se aparecer “permissive”, beleza, próximo passo:

Instale o pacote system-config-samba para configurar gráficamente o compartilhamento:

# dnf -y install system-config-samba

Agora sim, crie uma pasta para criar seu compartilhamento e abra o programa “Samba” recém instalado.

Captura de tela de 2016-02-05 12-06-05

Primeiramente vamos definir os usuários que acessarão o compartilhamento:

Clique em Preferências>Usuários Samba:

Captura de tela de 2016-02-05 12-11-19.png

Em Adicionar usuário, definiremos um nome, senha e grupo:

Captura de tela de 2016-02-05 12-12-30.png

  • Nome de usuário Unix: O usuário do sistema Unix que terá permissões de acesso;
  • Nome de usuário Windows: O usuário em questão;
  • Senha do samba: Senha do usuário;
  • Confirme a senha: Preciso comentar? (risos)

Pronto. Com o usuário criado, vamos fazer o compartilhamento:

Clique no botão “+”:

Captura de tela de 2016-02-05 12-06-50.png

  • Pasta: A pasta que será compartilhada;
  • Nome do compartilhamento: Nome a ser exibido;
  • Descrição: Uma explicação do conteúdo da pasta;
  • Permitir escrita e Visível são auto explicatórios 😛

Agora vamos definir os acessos desta pasta clicando na aba “Acesso”:

Captura de tela de 2016-02-05 12-16-08.png

Basta selecionar se deseja conceder acesso a todos, ou a um usuário específico.

Pronto? Acabou? não…

Vamos pra outra etapa.

Precisamos “subir” o serviço junto com o computador. Para isso, mais comandos:

# systemctl enable smb

E para que os outros consigam acessar a pasta, liberar o acesso no firewall:

# firewall-cmd –permanent –add-service=samba; firewall-cmd –reload

E agora sim tudo está ok!

Por hoje é só. Pode parecer um pouco complicado, mas na segunda vez, você tira de letra. Até a próxima!

Compartilhando pastas no Fedora (samba)

Microsoft no mundo opensource!?

Sim, você não leu errado, e essa é novidade… Pelo menos pra mim.

Captura de tela de 2016-02-04 11-16-51

Pra quem não sabe, Github é um serviço web para desenvolvimento de software compartilhado. Funciona semelhante a uma rede social, porém para desenvolvedores, aonde pessoas como eu, sem conhecimento nenhum em programação, podem baixar os códigos fonte e compilar programas.

E foi nessas brincadeiras de compilar programas a partir da fonte (Github) que encontrei o projeto Opensource da Microsoft no Git… E o mais interessante, é que os caras têm uma porrada de projetos, que dá cerca de 22 páginas (cada página tem 20 projetos, 20*22=440!). Isso mesmo, 440 projetos… É muita coisa.

E é isso ai, pra quem quiser fuçar um pouco, só seguir o link: https://github.com/microsoft

Achei muito legal ver que empresas como a Microsoft acaba contribuindo com a scene opensource. Até a próxima!

Microsoft no mundo opensource!?

Instalando Openwrt em roteadores TPLINK

Faaala pessoal, olá a todos!

Hoje vou falar sobre algo que até pouco tempo atrás era muito complicado de se fazer, e demandava um grande tempo e coragem, pois se algo desse errado, causava uma grande dor de cabeça, a instalação de firmwares customizadas em roteadores!

Em particular vou falar desses modelos bem comuns e baratos no mercado brasileiro:

WR841N:

tp-link-tl-w841n

E o WR741N:

tp-link20tl-wr741n20150mbps20-202-500x500

 

Para instalar um firmware customizado é muito fácil, o primeiro passo é realizar o download do sistema, que nesse caso, usaremos o Openwrt que é uma versão Linux direcionada para roteadores, extremamente completa e poderosa, sendo totalmente configurável via browser. Sem mais enrolações vamos colocar a mão na massa.

Primeiramente, preste muita atenção na versão do roteador, pois cada versão possui um SOC diferente. Vale lembrar também que se o roteador tem a versão 4. alguma coisa, ele é versão 4.

WR841ND:

Ver 1: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr841nd-v1.5-squashfs-factory.bin

Ver 2: Não possui!

Ver 3: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr841nd-v3-squashfs-factory.bin

Ver 4: Não possui!

Ver 5: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr841nd-v5-squashfs-factory.bin

Ver 6: Não possui!

Ver 7: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr841nd-v7-squashfs-factory.bin

WR841N:

Ver 8: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr841n-v8-squashfs-factory.bin

Ver 9: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr841n-v9-squashfs-factory.bin

WR741ND:

Ver 1: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr741nd-v1-squashfs-factory.bin

Ver 2: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr741nd-v2-squashfs-factory.bin

Ver 3: Não possui!

Ver 4: https://downloads.openwrt.org/chaos_calmer/15.05/ar71xx/generic/openwrt-15.05-ar71xx-generic-tl-wr741nd-v4-squashfs-factory.bin

Após ter baixado o firmware apropriado para seu equipamento, vamos realizar a instalação. Acesse seu aparelho pelo browser, e vá em “System tools>Firmware upgrade”:

20101026112448117

Selecione o firmware que você acabou de baixar e é isso!

Logo mais postarei algumas informações a mais sobre o Openwrt, como configurar, e essas coisas.

Até a próxima!

Instalando Openwrt em roteadores TPLINK

Arc – Tema para Gnome-shell e GTK

Hoje vou falar um pouquinho sobre o tema mais bonito que encontrei para o Fedora. Estava a muito tempo usando o Gnome com o bendito do tema “Adwaita”. Muito bonito, ícones legais, mais eu queria algo ainda mais bonito, e foi ai que procurando muito encontrei um tema chamado “Arc”, que combina elementos flat com cores monocromáticas, e deixa um aspecto bem bonito mesmo.

Então vamos instalá-lo.

Primeiramente, necessitamos instalar alguns pacotes com o comando abaixo:

# dnf -y install autoconf automake pkgconfig gtk3-devel

Após instalar esses pacotes, baixe e execute o script abaixo para compilar e configurar o tema automaticamente:

https://drive.google.com/open?id=0Bx9jAfRgj-qSSHBZMnZZZDRZS3c

É uma boa para escapar um pouco do padrão. E é isso, aproveitem!

Arc – Tema para Gnome-shell e GTK

Pcsxr 1.9.9.4

O post de hoje é bem conhecido, pelas imagens acima dá pra matar a charada. Playstation 1, o saudoso videogame que esteve presente na infância de muita gente!

Em 1994 ele era o cara. Enquanto alguns se divertiam jogando Gran Turismo, Resident Evil com seus CD’s de 700MB e com muito cuidado para riscarem os tão cobiçados jogos poligonais, outros estavam assoprando cartuchos do Snes e do Nintendo 64… Bons tempos…

Então para relembrar esta época trago a vocês um ótimo emulador para o Fedora, o Pcsxr, um ótimo emulador com funções para jogar online, melhorar os gráficos e muito mais.

O repositório Rpm Fusion contém uma versão desse emulador com erros no plugin x11 (tela preta), então compilei a versão mais recente (1.9.9.4) sem este problema e com o plugin OpenGl Peops. Instalem bom divertimento!

Segue o link abaixo:

Download

Pcsxr 1.9.9.4

Dolphin-emu

Quem não conhece o saudoso Nintendo Gamecube? Ou o guerreiro e popular (fora do Brasil pelo menos) Nintendo Wii? Pois é, existe um emulador bem conhecido que emula estas duas plataformas da big N, o Dolphin-emu. Ele é bem completo, permite melhorar os gráficos através de algumas modificações, rodar jogos em Full HD, aplicar filtros, enfim, uma porrada de coisa.

Mass como nem tudo são flores, para o nosso amado sistema ele não é compilado pelo time de desenvolvimento… Então para mudar um pouco esta cena triste eu compilei os pacotes!

Então para instalar este emulador rode os comandos abaixo:

# dnf copr enable victoroliveira/Dolphin-emu

# dnf -y install dolphin-emu-master

Ou se deseja fazer o download do pacote de instalação: Clique aqui

E bom divertimento!

Dolphin-emu

Fedora Magazine

Olá mundo!

A famosa frase do mundo da programação está aqui. Primeiro post, início de tudo.

Vou falar um pouco desse site, dessa história de blogs e por ai vai.

Vamos lá, a um tempo atrás estava eu cansado de usar o velho Windows e procurei um sistema diferente. No tempo eu trabalhava em uma escola de informática e fiquei sabendo de um tal de Linux. No começo eu testava o Ubuntu. Começava a utilizar um tempo e largava, pois os bugs e a incompatibilidade de drivers com minha placa wifi me deixavam realmente putos! E nessa caminhada de testa, usa o sistema, larga ele conheci o Fedora, uma distro com pacotes bem atualizados e… Nela funcionava minha placa wifi por conta do kernel mais recente 😀 (ebaaa), e desde então utilizo este ótimo sistema.

E o que irei fazer aqui?

Postar conteúdos, minhas descobertas, novidades, pacotes compilados, enfim, tudo o que conseguir aprender. E é isso. Até a próxima!

Fedora Magazine